Você sabe o que é a Amigdalite?

Sabe diferenciar Amigdalite Viral da Bacteriana?

Vamos saber um pouco mais.

O que é amigdalite?

A amigdalite é a infecção das amígdalas que pode ser provocada por vírus, bactérias e até fungos. De acordo com a causa, será indicado o tratamento.

A principal preocupação é quando a amigdalite é causada por uma bactéria chamada Estreptococos Beta Hemolítico do grupo A que se não tratada adequadamente pode provocar: febre reumática ou GNDA, glomerulonefrite difusa aguda ou nefrite, como é mais conhecida. Duas complicações muito temidas na infância que exigem um tratamento muito mais complexo. Por isto, é muito importante que o antibiótico indicado pelo médico seja dado até o fim do tratamento. Jamais suspenda o remédio por conta própria. A bactéria pode dar uma “simples” dor de garganta, mas se a doença não for bem tratada, as consequências são muito graves.

Os exames rápidos identificam a presença de Estreptococos. O que permite ao médico tratar a amigdalite com o remédio adequado.

Como diferenciar amigdalite viral da bacteriana?

Todos os tipos de amigdalite podem dar dor de garganta, febre, mal estar e muita dor para engolir.

No entanto, existem  duas causas infecciosas mais comuns, responsáveis pelas  amigdalites: vírus e bactérias.

O grande problema é que os sintomas podem ser exatamente os mesmos nos dois casos. Mas o tratamento é completamente diferente. Nas amigdalites bacterianas, estão indicados os antibióticos. Nas amigdalites virais o tratamento é só para atenuar os sintomas. Os antibióticos, nestes casos, estão contra-indicados.

Como saber então se a amigdalite do seu filho é causada por vírus ou por bactérias?

Só o médico pode afirmar, com base no exame clínico e em alguns testes laboratoriais.

A diferença mais significativa é que nas amigdalites bacterianas geralmente há pontinhos branco- amarelados de pus nas amígdalas. As amigdalites virais em geral deixam a garganta muito vermelha e inchada, com muita dor, mas sem pus. No entanto, para confundir ainda mais, alguns vírus, como o da mononucleose infecciosa, por exemplo, pode causar umas placas brancas nas amígdalas que muitas vezes se parecem com placas de pus.

Por isso, hoje em dia há um tipo de teste rápido para uma bactéria, que é o Streptococo, que  ajuda a identificar a causa da amigdalite. Quando o teste é positivo, o tratamento com antibiótico está indicado. Quando negativo, o médico é quem deve orientar a conduta.

Nunca se automedique e muito menos medique seus filhos sem orientação.

Fonte: Dra. Ana Escobar

 

Até o próximo post.

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn