Cirurgia Plástica pós Gravidez!

Olá, ontem dia 25/04 à convite da Rojas Comunicação fui conhecer a Clínica de Estética do Dr. André Colaneri e assim saber um pouco mais sobre as Cirurgias Plásticas pós Gravidez, muita informação bacana que quero dividir com vocês.

A gravidez é um sonho na vida de uma mulher, todas nós imaginamos nossa gestação, barriga crescendo, os primeiros chutes do bebê, até o nascimento, porém uma das preocupações é, e o nosso corpo, como será que irá ficar após essa gestação, pensar ou não em fazer uma cirurgia plástica.. Antes disso tudo vamos falar sobre o ganho de peso durante essa época.

  • Bebê 3,5 kg;
  • Placenta 700g;
  • Líquido Aminiótico 1 litro;
  • Sangue 1.5 litros;
  • Útero 1 kg;
  • Mamas 400 g;
  • Inchaço 2 litros;

Só aqui temos um aumento de peso de 10.1 kg durante o período da gestação. Após o nascimento começam as queixas a mais comum ‘Flacidez’.

E como é nosso pós-parto?

Mais quando fazer a Cirurgia Plástica ?

O Dr. André recomenda a fazer de 6 meses a 1 anos após o parto (por causa da amamentação, pelos cuidados com o bebê ainda pequeno, já que o pós operatório da cirurgia requer um cuidado especial e com um bebê recém-nascido fica mais complicado.

Ter todos os filhos que desejar antes de fazer a cirurgia.

Parar de amamentar, lembrando que a recomendação é de no mínimo 6 meses de amamentação.

Esperar o leite das mamas secar.

Você precisará de alguém, para ajudar no seu pós-operatório.

E se preparar para a cirurgia.

Mais o que acontece com nossa pele em uma gestação ?

As fibras elásticas se rompem, aí ocorrem a tal das estrias, junto com as estrias vem a flacidez.

As queixas mais frequentes das pacientes que procuram pela cirurgia plástica são:

  • Redução das mamas;
  • Flacidez das mamas;
  • Flacidez do abdômen (essa é a que mais me incomoda até hoje) creio que seja a que incomode a maioria das mulheres;
  • Aumento de gordura;
  • Aumento dos pequenos lábios vaginais;
  • Alargmento vaginal, após um parto normal a vagina se alarga, isso também pode ocorrer também com o parto normal com fórceps;

Qual cirurgia indica indicada para a flacidez das mamas ?

A Mamoplastia é para o quadro das mamas caídas, devido à diminuição da quantidade de glândula e aumento da gordura que resulta na queda das mamas.Sendo que a gravidez acaba sendo um fator na aceleração desse processo. A Mamoplastia é indicada para redução de mamas volumosas e suspensão das mamas caídas. É necessário afastamento de esforços por 30 dias, evitando nos primeiros 21 dias elevação dos braços. Deve ser usado o sutiã cirúrgico por aproximadamente um mês e meio. O resultado definitivo é alcançado entre seis meses a um ano.

Já para Flacidez da pele vamos saber um pouco mais sobre Abdominoplastia e Lipoabdominoplastia.

Abdominoplastia: é a cirurgia que remodela o abdômen ao retirar o excesso de pele e gordura que fica acumulado abaixo do umbigo. É uma cirurgia remodeladora do abbômen, não é para emagrecer. Após a cirurgia é preciso evitar esforços e manter-se em postura curvada por em média 15 dias para evitar tensão na cicatriz.

  • Não retira gordura;
  • Retira pele infra-umbilical;
  • Grande cicatriz;

Indicação da Abdominoplastia: excesso de pele, flacidez, estrias infra-umbilicais.

O resultado definitivo é atingido após seis meses de cirurgia.

Lipoaspiração: é indicada para retirar o excesso de gordura localizada, mas sem tratar a flacidez.

  • Retira gordura;
  • Não retira pele;
  • Pequenas cicatrizes;

Dos tipos mais usados na lipoaspiração temos:

  • Lipoaspiração tradiocional;
  • Vibrolipoaspiração;
  • Lipoaspiração a laser;
  • Lipoaspiração ultrassônica;

Indicação da Lipoaspiração: gordura localizada, sem excesso de pele.

Lipoabdominoplastia: é a junção de duas cirurgias, a lipoaspiração e a abdominoplastia. A lipoaspiração é indicada para retirar o excesso de gordura localizada, mas sem tratar a flacidez. A abdominoplastia por sua vez, trata flacidez da pele abdominal sem retirar o excesso de gordura localizada.

Indicação da Lipoabdominoplastia, pacientes que apresentam gordura localizada no abdômen, associada à flacidez de pele abdominal. Após a cirurgia não fazer esforços, manter-se curvada por em média 15 dias para evitar a tensão da cicatriz, é necessário usar uma cinta elástica por ao menos um mês e meio, além de ser indicado algumas sessões de drenagem linfática e ultrassom (após 7 dias de cirurgia), para facilitar a cicatrização e evitar o acumulo de líquido local. O resultado definitivo é atingido após seis meses da cirurgia.

Cirurgias Íntimas: antigamente esta cirurgia era um tabu, mais nos dias de hoje ela já esta sendo muito bem aceita. São três tipos de cirurgias íntimas.

  • Redução do monte de vênus, que pode ser realizada através da lipoaspiração ou ressecção da pele, dependendo da existência apenas de gordura localizada e excesso de pele;
  • Ninfoplastia ou Labioplastia, que é a redução dos pequenos lábios vaginais que podem acarretar após a gravidez, tendo a possibilidade de ser feita por laser;
  • Reduçao dos grandes lábios vaginais, indicada para as pacientes que possuem aumento, excesso de pele e flacidez dos grandes lábios vaginais, podendo ser feita a laser, que leva a retração da pele, com melhora na flacidez;

Essas três cirurgias possuem o mesmo pós-operatório em que o inchaço pode permanecer em torno de 14 dias, mas a volta das atividades pode ser depois de 3 dias de cirurgia, sem grandes esforços. Relações sexuais devem ser evitadas no mínimo de 30 dias.

Prótese de Mama: conhecida também como Mamoplastia de aumento, a prótese de mama é indicada para pacientes com as mamas pequenas ou que após amamentar, tiveram  redução do volume mamário sem que houvesse queda. Há vários tipos e modelos de próteses de mama, que varia de conteúdo, perfil e envoltório. O perfil (forma) pode ser redondo (baixo, moderado e alto) ou anatômico (gota), conforme a projeção da prótese. O conteúdo pode ser de silicone ou de soro fisiológico (prótese salina). O envoltório da prótese pode ser texturizado ou liso.

É recomendado a troca das próteses para evitar desgaste da mesma.

Após a cirurgia é necessário evitar esforços com os braços por um mês. O resultado definitivo se dá após seis meses.

Quanta informação não é mesmo? Eu adorei saber um pouco mais sobre essas Cirurgias Plásticas e espero que vocês também.

Quer saber um pouco mais sobre o Dr. André Colaneri .

Cirurgião plástico especialista e membro pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. O especialista fala sobre diferentes assunto dentro da cirurgia plástica, como cirurgia íntima, próteses em geral, lifting, lipoaspiração, lipoescutura, lipoabdominoplastia, reconstrução de mama, rinoplastia, blefaroplastia, mentoplastia, etc.

 

Até o próximo post.

Beijos

 

 

 

 

 

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Anteriores

Nerina- A Ovelha Negra (Teatro Alfa)

Próximo

Hello Kitty, agora na PlayKids!

  1. Nossa! Quanta informação! Eu ainda quero fazer uma mamoplastia. Gostei do post!

  2. Eu fiz cirurgia após o parto e não me arrependo. Minha auto-estima melhorou muito e eu super incentivo quem me pergunta. E com esse monte de informações fica melhor ainda de decidir.

  3. Melhor se cuidar muito pra não precisar, mas se for preciso acho super válido fazer!

    Clau

  4. Vou esperar mais um pouco e fazer no abdomem e nos seios. Não adianta não vou conseguir resolver apenas com exercícios.

  5. Eu fiz abdomnoplastia e digo que só dá para fazer depois que os filhos não precisam mais de colo e de muitos cuidados. Dói bastante, precisamos de ajuda, ficamos sem conseguir esticar o corpo por muito tempo. Eu fiquei um mês sem me esticar e andando devagar. Depois mais um mês ainda um pouco curvada e sem a agilidade total.
    Muito bom o post. Só achei essa parada 6 meses a 1 ano após o parto meio radical. Talvez a lipo seja mais tranquila. Mas abdominoplastia é osso.
    beijos
    Chris

  6. Michele Gobbato

    Deve ter sido demais esse encontro, pois muitas dúvidas são geradas em relação a esse assunto

    Bks Mi Gobbato

  7. Leva um tempo para lidarmos com o nosso corpo pós parto, mas quem pode faça mesmo a cirurgia.

    Amei o post

Deixe uma resposta

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén