Com a proximidade do movimento Maio Amarelo, que coloca em pauta a importância da segurança no trânsito, a Ford dá dicas para o motorista sobre como proceder em uma situação muito comum no dia a dia das cidades: passar ao lado de ciclistas.

Ao trafegar no limite da velocidade permitida, um carro pode facilmente chegar a quatro vezes a velocidade de um ciclista. Por isso, embora haja inúmeras distrações no trânsito nos dias de hoje, os motoristas devem estar sempre atentos aos veículos que estão à frente e ao seu redor para ter tempo de identificar ciclistas e reagir de maneira segura e cuidadosa.

Seguem algumas dicas para passar por um ciclista com segurança:

  • Ajuste a velocidade: pode ser preciso reduzir a velocidade ao passar por uma bicicleta, pois as chances de acidentes são maiores quando o veículo trafega ao lado de um ciclista em alta velocidade. Também é necessário estar atento aos demais automóveis nas outras faixas da via.
  • Nunca ultrapasse um ciclista em aclives, declives ou curvas: espere até ter uma visão clara à frente, pois ele pode precisar fazer algum movimento brusco para desviar de algum obstáculo ou pedestre.
  • Dê espaço aos ciclistas: segundo o artigo 201 do Código de Trânsito Brasileiro, não garantir 1,50 metro ao passar ou ultrapassar uma bicicleta é infração média e passível de multa. A distância é necessária para evitar acidentes, já que um leve toque de retrovisor na ponta de um guidão de bicicleta pode fazer com que o ciclista caia na via no meio dos carros e provocar até outros acidentes.
  • Seja paciente: buzinar ou gritar pode assustar o ciclista, fazendo com que ele diminua a velocidade ou colida com o seu veículo.

Dirigir ao lado de um ciclista é algo simples, desde que o motorista preste sempre atenção total à via para que possa vê-lo, estabeleça um local seguro para ultrapassá-lo e esteja ciente de todos os usuários que circulam pelo local.

Os ciclistas, por sua vez, por serem mais frágeis que os veículos, mas também fazerem parte do sistema de trânsito, devem usar equipamentos obrigatórios pelo Código de Trânsito Brasileiro e obedecer as regras de circulação, garantindo sua própria segurança:

  • Buzina, espelho retrovisor e adesivos refletores na frente, atrás, nas laterais e nos pedais são exigidos por lei. Cotoveleira, joelheira e especialmente capacete não são obrigatórios, mas altamente recomendados.
  • Pedalar na calçada é uma manobra passível de multa, além de causar risco aos pedestres.
  • Ciclistas não podem transitar de modo agressivo, costurando os carros.

Segundo o artigo 29 do Código de Trânsito Brasileiro, os veículos de maior porte são sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados e, juntos, pela segurança dos pedestres.

CompartilheShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn